Loading
English French German Spain Italian

O ADVERSÁRIO POSTO EM LIMITAÇÃO

Muitos crentes concebem o diabo como um ser onipotente, isto é, que pode tudo, entretanto,o diabo tem sua atuação colocada dentro dos limites estabelecidos pelo próprio Deus, como pode ser verificado no episódio do sofrimento de Jó. Tudo o que o diabo pretendia fazer tinha que passar pela aprovação divina(Jó 1.12), sem a qual não poderia agir. Não tinha livre-arbítrio, estava limitado, não podia agir por sua vontade própria, desejava, mas não podia,
tinha que aguardar a autorização do Todo poderoso. É um adversário posto em limitação!. Esse contexto de Jó é o reflexo de toda a história , onde o diabo, sempre teve sua atuação afixada dentro de limites colocados por Deus. A soberania de Deus não aceita falhas, elas simplesmente não existem, sendo assim, o mal, o diabo, e os adversários de Deus e de sua obra, sempre agirão ancorados dentro de um cumprimento proposital de Deus, o qual ,é ignorado por nós e pelo próprio diabo. E isso, faz com que tenhamos o falso sentimento que o diabo sempre triunfa em seus propósitos, e nós estamos sempre vulneráveis aos seus ataques, o que não é verdade! Pois dentro da soberania de Deus, eu digo, SOBERANIA, o diabo e os opositores do cristianismo, são meros cumpridores dos eternos propósitos divinos. Talvez a figura que melhor ilustra isso tudo seja a do mar, o qual pode ser bravio, violento, assustador, mas tem limites os quais não pode transpor.




  • TEOLOGIA REFORMADA...
  • TEXTOS EDIFICANTES